Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

Esposa safada com os dogs... continuação...

Continuando.... Ela disse que era para eu ter calma. saímos da edicula e fomos tomar banho, depois ela foi preparar o almoço, almoçamos e fomos cochilar, levantamos e eu fui à padaria e aproveitei fui abastecer o carro quando recebo um zap dela, com o outro dog na edicula, ela dizendo que ele estava muito excitado; demorou uns 3 min, para acabar de abastecer, quando cheguei na edicula , que cena deliciosa, ela de 4 debruçada sobre as mãos, o dog sobre ela parado, já haviam acabado de meter e estava bem quieto sobre ela, ela começa a rebolar, quando me viu disse, amor eu fiquei com dó dele, ele estava com uma carinha de pidão e muito excitado, não aguentei e dei a ele, está todinho dentro, perguntei se era td mesmo, ela disse que era só o pau , que o nó ela não aguentou, olhei por baixo, aquela cena deliciosa, o pau td dentro e aquele nó vermelho para fora, ela começou a rebolar, vi aquele pau vermelho entrando e saindo, encostando o nó na entrada da bucetinha, meu pau estava duro como pedra, sentei em sua frente, ela chupou como nunca e eu acariciando sua cabeça, ela gemia, até perdia o folego, nisso começou a gozar, tirou meu pau da boca , que ficou ao lado do seu rosto, apertou e gozou um hummmmmm prolongado, apertando meu pau e tremendo o corpo, em segundos ela solta o corpo ao chão, saiu um pau grandioso e vermelho, que ficou balançando para cima e para baixo conforme gozava, soltando um liquido incolor sobre a bunda dela, ficou assim por uns 2 minutos os dois e eu olhando a cena, ela se vira se levanta , sentada , me dá um beijo de lingua delicioso, e fala que estava quite com minha fantasia e que soubesse que eles se comportariam tão bem assim já havia realizado antes, eu disse a ela , olhe só o tamanho, ela olhou, disse amor do céu, está maior que o seu, pegou bem delicada, e foi acariciando , levou a outra e ficou acariciando com as duas mãos, quando chegou no nó, ela fechou as duas mãos para abraça-lo, e o pau não amolecia, eu disse, quer chupar , ela disse que não, tinha nojo do gozo, pois era muito pegajoso, eu disse a ela , que queria meter nela e gozar, ela ficou de 4 e pediu para meter em sua cadelinha, eu meti sem dó, ela acariciando o pau dele e eu meti até gozar, nisso ela goza de novo....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS