Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO A AMIGA DE MINHA FILHA!

Ola meu nome é Antonio, tenho 43, de idade e sou kasado.rnBom Vamos ao conto.rnA algum meses minha mulher viajou 20 dias de ferias e eu e minha filha ficamos em casa e os dias foram se passando eu sou um cara meio na minha 23 anos de casado e nunca tinha traído minha esposa, e nem me passava tal coisa pela cabeça em um fim de semana a amiga e o namorado dela nos chamaram para passar o fim de semana com eles na praia iria eu minha filha o namorado dela a amiga com seu namorado, eu relutei um polco em ir mas essa amiga e o namorado dela iam sempre lá em casa e já nos conhecíamos, muito bem. A Andreia e o Roberto foram lá em casa ( a amiga ) e insistiram e acabamos indo todos eles foram de moto e eu de carro ainda fui pensando isso vai ser uma segurarão de vela da porra, chegamos na sexta a tarde arrumamos o apartamento e depois fomos comer pizza e os casais estavam todo na maior sintonia e eu lá de pau na mão chupando dedo bem como estávamos cansados fomos dormir para pegar uma praia no outro dia, Acordamos cedo e fomos para praia passamos uma parte da manhã e eu disse que iria para o apartamento descansar um polco, e foi dai cheguei tomei um banho estava no sofá quando vejo a porta da sala se abri e era a Andreia gostosa que sá ela vou descreve la 1,75, loira de cabelos longos e cacheado, uma pele que parece mais um pêssego, olhos azuis seios médios um bunda redonda de tirar o fôlego pernas bem torneadas e meio q sarada de academia confesso que quando ela ia lá em casa ficava olhado aqueles seios ficava me imaginando mamando e chupando aquele corpinho maravilho e pensa Roberto é um homem de sorte comer uma Deusa desta... Ela abriu a porta e eu perguntei oq acontecera ela me disse com os olhos vermelhos q havia se desentendido com o namorido e q ele era estúpido com ela ai disse que era para ela ficar calma e que tudo ia ficar bem nesta hora ela me deu um abraço sá de encostar nela minha pica endureceu já esta a 19 dias sem mulher ela me abraçando daquele jeito eu de sunga meu pau parecia que ia explodir de tão duro e já começava a roçar nela fiquei meio q envergonhado mas o que eu ia fazer para esconder aquilo, então ela afrouxou um pouco o abraço e para minha surpresa me olhou com uma cara de safada e me perguntou como eu estava arrumando sem mulher nem respondi pois meu pau a esta altura já roçava a chaninha q a esta altura estava molhada, dei-lhe logo um beijo naqueles lábios canudos dela e comecei a passar as minhas mãos por aquele corpo jovem tudo durinho peitinho empinado um menina de 20 anos pensa! Meu coração chegava a palpitar, sentia meu pau latejando de tão duro e foi chupando aqueles seios minha vontade era de devora lá todinha neste hora pensei q eles poderiam voltar a qualquer momento então ela me disse que eles foram passear de escuna e q deveriam demorar uma hora e meia mais ou menos e foi falando isso puxando, minha sunga e colocando meu pau para fora e chupando ele e enquanto chupava dizia:rn - ¨Sempre tive o maior tesão em vc, mais nunca me dava bola era como se eu ñ existisse mas vc sá olhava para sua mulher¨e chupando meu pau e dizendo:rn - ¨Que pau gostoso q vc tem, se eu fosse sua mulher ñ desgrudaria nem um minuto de vc¨ e eu disse.rn- ¨Porra vc tem namorado e jamais me achei q vc se interessaria por um cara como eu mas sempre te achei linda e confesso que já bati umas punhetas para vc.¨ Neste momento ela começou a chupar meu com uma tremenda voracidade parecia faminta por pica, quando ela disse.rn- ¨Aquele corno além de ter um pau pequeno goza rápido se eu fizer um boquete gosto como este nela ele goza na primeira me deixado na saudade e eu ñ aguento mais ver ele gozar e eu me cinto usada.¨ Então peguei a pelo braço e a coloquei no meu colo levando, para o quarto e disse.rn _¨Vc quer um homem de verdade vc vai ter um.¨ E jogue ela na cama e já foi caído de boca naquela xota que estava muito molhada e exalando aquele cheirinho gosto de mulher no cio uma xota branquinha com pouco pelos e os lábios rosados comei a chupa lá e já foi a penteando com 2 dos meus dedos ela rebolava foi tocando sua xotinha até achar uns carocinhos ñ da para ver sá sentir, uns dizem q é o ponto g enfim. Chupava e procurava quando achei comecei a caricia ela endoidou o cabeçote e se contorcia e gemia igual a gato no telhado então parei d chupar e a chamei de vadia, puta safada e meu dedinho lá ela soltou um gozo delicioso, e eu quando vi q ela estava gozado comecei a chupar de novo para sentir aquele gozo gosto na minha boca, então coloquei ela de 4 e comecei a chupar de novo para ela ñ perder o embalo sá que desta vez experimentei, passar a língua nu cuzinho dela ela e ela foi a loucura dizendo quase sem fôlego q delicia que nunca ninguém nunca tinha feito isso com ela e eu altura sá pensava em desvirginar aquele cuzinho, a xota escorria gozo então ela disse.rn -¨Quero este pau dentro de min.¨ Que delicia ouvir aquela Deusa implorando minha pica, comecei a pincelar calmamente os lábios vaginais quando ela disse.rn -¨Quer me matar de tanto tesão? Vc esta judiando de mais de mim mete logo.¨ Então ela passou suas pernas, potras de meu quadril fazendo força para penetra lá logo e eu resistindo elarn -¨ Enfia este pau dentro de minha buceta arregaça ela agora eu sou sua puta.¨ Então foi metendo nela sentia meu pau abrindo aquela bucetinha pequena tenho uma pica de 20cm x 7 e comecei a bombar nela devagar na terceira bombada senti o corpo dela arrepiar todo e vi que o gozo dela se aproximava, então me aproveitei e estoquei ela fundo com força e ela.rn-¨Me fode seu cavalo¨ e gozou acompanhada de um gemido forte a bucetinha dela parecia um tubo de KY de tão molhada então falei que queria comer o cuzinho dela ela dizendo q, ñ q ,nunca tinha dado e tinha medo de doer então comecei a chupar o cuzinho dela e ela ficou louca chegava a pisca foi na cozinha peguei olho e untei meu pau e o cuzinho dela e falei que iria colocar sá a cabecinha e ela falou ñ coloca tudo ñ, e eu fica fria e comecei a forçar aquele cuzinho apertado e frágil diante da minha pica enverniza e lubrificada forcei um pouco mais e meu pau pulo para dentro do rabo dela, gritou então parei e comecei a acariciar o grelho dela e ficamos ali imáveis por alguns minutos e perguntei se tinha parado de doer ela confirmou com cabeça que sim então perguntei se era para tirar e ela disse ñ então comecei a bombar devagar meia pica no rabinho dela ela começou a gemer senti que o tesão estava vindo e começamos aquele vai e vem gosto já ñ estava aguentado mais de tesão sentido aquele cuzinho apertado contraindo minha pica quando ela falou. rn-¨Enfia mais quero tudo neste meu rabinho me arregaça toda me faz sua mulher¨ então dei uma estocada e entrou tudo senti uma lágrima rola pelo seu rosto e continuamos por mais alguns minutos, enquanto eu fodia acariciava seu peito e os biquinhos estava duros hora ia no grelho e acariciava arrancado gemidos dela quando ela falou, ¨me fode gostoso meu cavalo¨ e eu aumentei a frequência e ala gozou eu já estava quase lá e falei vou gozar então ela se virou tão rápido q nem vi e falou ¨ quero seu gozo na minha boca to precisando do seu leitinho¨ e começou a chupar meu pau q ñ demorou a explodir um jato de porra q inundou a boca dela e então tirei e segundo jato foi na cara e ela engolindo tudo, quando terminamos ela tinha porra por todo o rosto e cabelo e escorria um pouco pelos seios . Ela se levantou tirando um pouco de porra com os dedos e levando ate boca dizendo ¨vc é um cavalo e adorei dar para vc e vou querer de novo mas ñ hj pois vc deixou minha xota toda esfolada quando voltarmos quero ir a um motel com vc.¨rnEu mal podia acreditar q tinha comido aquela gata e q ela queria repetir a dose.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS