Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CHANTAGEADA E ESTUPRADA

Meu nome é Fernanda e vou contar algo que realmente aconteceu. sou loira,alta e magra,bem branca. namorei por um ano e meio um rapaz qtem a mesma idade q eu,18 anos. nunca fizemos sexo durante o namoro e ambos eramos virgens.rnpor alguns motivos, terminamos nosso namoro e ele ficou inconformado. fez de tudo pra mim voltar e eu nao aceite,ficamos um mes semnos ver e sem nenhum contato. nesse tempo conheci uma garota linda,gentil, princesa. acabou que fiquei com essa menina e meu ex,que tbm estava na balada,fotografou nossos pegas.rnno outro dia, Luíz,1.85m, moreno, forte de olhos negros bate na minha porta,nao abri mas ele insistiu e disse que seria pior resistir, entao abri e ele me xamou de amorzinho e começou me agarrar bem forte. empurrei ele mas ele voltou com uma raiva no olhar que me era desconhecida e disse; engraçado que aquela menina vc pega e eu nao? oq ela tem que eu nao tenho?rneu: do q vc ta falando? ficou maluko:?rnele tira o smartphone do bolso e me mostra as fotos. nessa hora fico tonta.se ele mostra r pro meu pai,nem sei oq acontecria comigo. perguntei oq ele keria em troca e ele disse q eu sabia mto bem. eu disse que nao tinha ideia e ele pegando com as duas maos na minha bunda me puxou pra perto e ficou me esfregando no pau dele. ai disse pra mim que se comesse uma vez, me eskeceria e sumia da minha vida,mas caso contrario, iria divulgar essas fotos na net e pior,mostrar pra minha familia, tremi na base e ele deu um dia pra mim pensar,roçou sua barba no meu pescoçço, oq m dexou arrepiada, naosei se de medo ou por outra coisa e foi embora. entao passou-se uma semana sem eu dar resposta,ate que recebi uma msg dizendo: Nandinha meu amor, axo q vc ta fugindode mim. oq sera o sograo diria ao ver sua gostozinha kerendo outra aranha?rnele sabia como me dexar mal, xorei mto e markeei um encontro com ele no dia seguinte para CONVERSAR. rndia seguinte estava mto kente e fui de vestidinho solto, na altura do joelho e banho recem tomado e aoxegar no lokal markado ele ja estava la. me olhou dos pes a cabeça e lambeu os beiços, rn ele me puxou pelo braço, me jogou no carro e foi dirigindo pra um lugar desconhecido, eugritava e xorava e ele me deu um soko e disse q ia me ensinar a ser mulher de verdade. eu disse que ele prometeu so conversar e que se descumprisse a promessa seria um viado. ele me olhou noamente com akele olhar raivozo e disse q eu veria o viado. acelerou aate que parou numa estrada deserta e eu xorando; ele tirou minha roupa aforça, rasgou tudoe em seguida tirou sua propria roupa. eu xorava o tempo todo e ele me dizendo q iria m fazer uma mulher de verdade e me xingando mto, ele colokou uma camisinha e m mandou ficar de 4. eu nao tive opçao e obedeci, rn,na hor a q ele foi colokar o pau, doeu e eu fexei as pernaas. eu tava sem comer desd o dia anterior, oq me dixava mais fraca ainda;rnentao ele pediu pra mim xupar o pau que eu nao sofreria tanto. nao kis, mas xupei. antes na boka que na buceta. aquele membro enorme entrava na minha boka e ele metia ate na garganta, sempre me xingando. nessa hora eufikei com ansia e tirei o pau da bokaa,. luiz fikou mto bravo edisse q iria comer minha buceta,q estava farto de ser bonzinho. eu pedi perdao ecomecei a xupar novamente seu mastro grande e grosso. logo ele tirou da minha boka,colokou outra camisinha e eu m deseperei.rnele me colocou na posiçao e eu implorava q ele parasse,de nada adiantou. meuex que sempre foi amoroso e delicado, o homem q me entendia sempre, virou um monstro.rnele me segurou com força e depois de dedilhar minha buceta. meteu seu pau numa estocada so.rnohw, a dor foi indiscretivel, gritei ate a hora que minhas vistas escureceram e eu fikei inconsciente.rnnao seiqanto tempo depois, volto das minhas alucinaçoes com tapinhas no rosto. ao abrir os olhos me vejo dentro de um carro com meu ex.ambos nus. sinto uma forte dor entre as pernas e ao passar a mao,vejo sangue;rn isso mee deu uma ansia mto forte, so nao vomitei porque nao tinha nada no estomago.rndoia muito, e o monstro me olhava, nao mais com seu olhar de raiva. mas com algo como medo. medo de q eu abrisse a boka pra policia,desconfiei. mas aoxegar em casa, ele m deu um banho tao gostoso,como se da em uma criança.rno monstro sumiu, quem estava comigo era o luiz que eu amava. ele me levou pra cama e me cobriu, mas meu medo ainda nao desapaecera. ele me deu um beijinho e foi, pensei q m abandonou e a raiva m invadiu. mas para minha surpresa, minutos depois ele vvolta com um prato de sopa. eu nao conseguia segurar a colher e ele me deu na boka.me senti como q com meu pai, tao segura e protegida.nenhum mal poderia me alcançar,mas o meu mau estava ao meuu ldo. qando acabei, ele me pediu perdao, disse q se arrependeu mto e tve medo de me perder qando desmaiei. prometeu nao me fazer mal nenhum e nunca mais me procurar, jurou q era a ultima vez q eu estav vendo ele nakelas condiçoes. virou as costas e foi embora.....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS