Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI SACANA COM A IRMA DO AMIGO... MAS ELA GOSTOU!

Fui a um aniversario de um amigo em sua casa. A festa estava meio pra baixo, então chamei o aniversariante, roberto e perguntei se ele tinha tequila.. ele falou q não q sá tinha vodca. Então peguei a vodca, açúcar, laranja e canela em pá e comecei a passar pelo pessoal da festa fazendo uma bebida da minha adolescência chamada picada de cobra... vc coloca o açúcar e a canela sobre uma rodela de laranja, chupa e engole com a vodca. O pessoal foi ficando alto e a festa animando. A irma do roberto foi ficando bêbada e com o passar da festa foi falando besteiras e me puxava e rindo falava que agora ela queria a picada da minha cobra e foi bebendo. Eu estava um pouco alto e fui ficando excitado com as brincadeiras dele e ela é uma delicia... uma moreninha, baixinha que tem uma bunda deliciosa e estava num vestidinho curto de matar. Certa hora eu sentei ao seu lado e a festa rolava solta e ela começou a falar brincar com o nome picada de cobra e fomos entrando no assunto de sexo e eu fui dando corda sá pra descobrir uns podres dela que pudesse me ajudar. A certa altura começamos a falar de fetiches e ela falou sem cerimonias q nunca tinha dado o cu mas q morria de vontade mas que teria q ser um dia q ela estivesse bêbada igual ela já estava aquela hora e que ela queria q fosse arrombada pra não dar pra fugir... que o tesão dela é ser maltratada... subjugada na cama, que gostava de apanhar e sentir dor... fiquei assutado com aquilo tudo mas fiquei morrendo de tesão. O roberto viu q ela estava bem bêbada e então veio pegou ela e mandou ela ir dormir. Ele pediu se eu não a levaria para o quarto dela pra garantir que ela ia ficar la. Concordei e quando entramos no quarto ela dando risada disse que era pra sair e deixar a porta aberta, pois quem sabe apareceria uma cobra pra picar a bunda dela... e riu. Eu falei pra ela parar com isso q eu ja tava ficando com tesao com as besteiras q ela tava falando e q tb ja tava bebado e nao ia responder por mim. Ela ficou seria, olhou pra mim e tirou o vestido, me deu um selinho e deu boa noite e caiu na cama... ela estava muito bebada. Vi ela ali com os peitinhos de fora so de calcinha atolada na bunda meio q desmaiada de brucos na cama e resolvi ver no que dava. Tranquei a porta e mordi sua bunda... ela nao se mexeu... entao tirei meu pau pra fora e bati duas vezes na bunda dela ela so riu... entao puxei sua calcinha pra baixo deixei ela peladinha e falei em seu ouvido... "vou realizar seu desejo" e ela deu uma gemidinha... dei uma cuspidinha no cuzinho dela subi em cima dela e direcionei meu pau no seu cu... ela tentou falar nao mas eu nao quis nem saber e enterrei meu pau de uma vez... ela gritou com a cara enfiada no travesseiro e começou a me xingar ainda com a cara enfiada e mandava eu tirar meu pau q tava arregaçando o cu dela... mas eu a segurei com o pau atolado e passei a mão por baixo e fui acariciando o clitáris ela foi gemendo e acalmando e então fui bombando devagar e ela começou a gemer e fui metendo no cuzinho dela sem do... a puxei pelo cabelo e a levantei e deixei-a de 4 e fui metendo... ela enfiava 2 dedos na buceta e mandava eu esfolar o rabinho virgem dela... ate esqueci do pessoal la fora... então anunciei meu gozo e enchi o rabo dela... tirei o pau, dei um selinho nela e falei q tinha q voltar pra festa e sai... o irmão dela veio me perguntar pq demorei e falei q fiquei cuidando da irma dele pra ela não vomitar e ele acreditou. No outro dia meio ressaqueado eu acordei com meu telefone tocando. Era Rita a rima do roberto. Fiquei com medo de atender mas tinha q atender... Quando atendi ela comecou a me xingar de sacana, sem vergonha, tarado, animal... achei q ia me ferrar e fui tentar me explicar, mas entao me surpreendi... dos xingamentos ela comecou a falar q tinha adorado... que era um macho de verdade assim q ela precisava... q o cu dela tava esfolado mas q ela havia amado ser currada... violentada bebada... e q nao parava de pensar em mim... eu falei q tb tinha adorado realizar o desejo dela... Ela falou entao que estava sozinha em casa... q todos passariam o dia fora e q tinha tomado um banho e se depilado inteirinha e estava peladinha na cama esperando pra me dar e desligou o fone.rnCorri peguei meu carro e fui ate la... buzinei e o portao abriu e fui entrando ate acha-la no quarto na posicao que ela havia falado.... mas depois eu conto esse.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS