Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NO ARQUIVO DO SERVIÇO

Bom, acho que já perceberam em meus contos anteriores que eu gosto de fazer sexo em lugares nem sempre convencionais, e dessa vez contarei o que aconteceu comigo e uma colega de serviço no "arquivo morto do serviço"...rnBom, a Bianca (fictício) e eu já mantínhamos um certo relacionamento há um certo tempo (e eu namorava com uma outra moça), e todos os dias no horário do almoço ficávamos conversando e sempre rolava uns beijinhos, e muitas vezes fazendo hora extra eu dei algumas caronas a ela e rolava umas pegadas mais fortes... Porém, em um desses almoços o clima esquentou um pouco mais do que deveria e acabamos indo dar uma volta no quarteirão onde havia algumas árvores e ficamos em uma pegada muito forte, sá que deu a hora de voltar ao batente e cortou nosso barato... chegando no meu setor que era de faturamento (hospitalar), liguei pra ela q trabalhava no setor de cadastro, e disse q estava muito afim, trocamos algumas sacanagens pelo tel e voltamos ao batente... no meio da tarde surgiu um problema de um associado e tive q entrar em contato com o cadastro pra saber sobre o contrato desse associado, falei com a Bianca e ela disse q teria de pegar o contrato no arquivo morto q ficava há duas quadras de onde trabalhávamos, e pediu que eu fosse junto assim eu veria o que precisava, ela já guardava o contrato e de quebra ficaríamos uns minutinhos a sás (eu já estava cheio de maldade na mente rsrs)...rnEla passou no meu setor me chamou e fomos juntos, chegando no lugar (uma casa q servia apenas para arquivo, e ficava "abandonada"), primeiro procuramos o contrato, e assim q achamos eu dei um abraço e um selinho de agradecimento, ela sorriu e falou a palavrinha secreta pra me deixar loko!!rn- "seu vagabundo, já está pensando maldade né??"rndei um sorriso e dei um bju mais quente, pensei q ela fosse ficar na defensiva pelo lugar e horário, ao me beijar já foi abrindo minha camisa e passando a mão pelo meu corpo, eu beijando e já dando uns apertões na bunda dela, beijando pescoço, puxando o cabelo dela, ela me chamando de vagabundo, sem vergonha, e eu a chamando de minha cachorra, de minha gostosa, a virei de costas pra mim e tirei a blusa dela, e dando beijos nas costas dela, alisando seu corpo, tirei o sutiã dela com a boca, a virei de frente e ví aqueles seios grandes, redondos e firmes q sá ela tinha!!! delícia, comecei a beijá-los, passar a língua nos biquinhos dela, e já abrindo a calça dela e beijando a barriguinha dela cheguei na bucetinha mais cheirosa e suculenta q já tinha visto!! já coloquei uma das pernas dela sobre uma mesa que tinha lá, e enfiei a lingua na bucetinha dela, e brincava com o grelinho dela, molhava meus dedos, passava no cuzinho, na bucetinha, tudo em um ritmo bem frenético e ela pediu pra me chupar, e brincava com a língua, me olhava com cara de safada e me pediu pra enfiar td nela...rnela apoiou as mãos na mesinha, empinou a bundinha eu sá tive o trabalho de abrir a bundinha e colocar na bucetinha dela... puxei uma cadeira, ela colocou uma das pernas em cima da cadeira e eu madeirando d+, enquanto eu metia, ela gemia e rebolava em cima e pedindo mais... sentei na cadeira e ela sentou de costas! pulava muito e gemia alto, eu mordiscava as costas dela oq a deixava doida!! e ela pulava mais e mais... a virei de frente e ela veio cavalgando de novo e eu a beijando na boca, os biquinhos do peito, até q ela aumentou o ritmo esfregou sua buceta e gozou no meu pau, se encurvou para trás deu aquelas tremidinhas típicas, se recompôs, rebolou mais um pouco e disse q era minha vez, virou de costas de novo me deixou sentado, colocou as mãos no tornozelo dela mesma e começou a sentar forte no meu pau, não demorou muito e eu enchi aquela buceta de porra!!! aaaaahhhh q gozada maravilhosa!!!rnrnquando demos conta do horário, já havia passado mais de 40 minutos de uma coisa q duraria apenas 19 rsrs...rnmas ninguém disse nada da hora e valeu muito a pena correr esse "risco"...rnrnabraços!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS