Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GERENTE DE BANCO

Recebi a visita da nova gerente da conta de minha empresa de um banco de minha cidade, a Larissa. Ela veio se apresentar informando que havia recem chegado a cidade e que estaria tomando conta de minha conta e ofereceu todos os servicos que o banco disponibilizava, enfim aquela conversinha de sempre... Mas ouvi ela bem atentamente, afinal ela é linda. Morena, baixinha, magrinha com um corpo lindo tudo proporcionalzinho... um sorriso encantador, uma boca linda e estava muito bem arrumada com aquela roupinha de executiva e com um perfume de virar a cabeca.rnApos as explicacoes dela fomos tendendo para um bate papo mais informal onde descobri que ela tem apenas 28 anos. Havia recem se seperado do noivo faltando apenas 3 meses para o casamento, pois ele nao aceitava sua carreira e ela sempre foi muito independente... Tambem descobri que ela adora um barzinho e tomar um chopp e que ainda nao tinha nenhum amigo na cidade e nao tem parentes tambem, pois havia chegado ha apenas 20 dias e nao teve tempo de nada e estava se sentido um pouco sozinha e triste com o fim do noivado.rnEntao durante a conversa elogiei ela bastante e ela ficou toda vermelinha e disse que a levaria no fim do dia para conhecer alguns lugares legais para se tomar um chopp e relaxar, se ela quisesse. Ela ficou um pouco sem jeito mas acabou aceitando e combinamos que eu passaria no banco as 19 horas pega-la. No horario combinado passei no banco e ao entrar no carro ela disse que nao iria pois tinha que ir para casa tomar um banho e acabaria me atrasando e foi pedindo desculpas e disse q ligaria outro dia para combinarmos. Entao perguntei a ela se isso era uma desculpa para nao ir ou se realmente ela precisava desse banho para relaxar e se sentir melhor. Ela disse q era a segunda opcao ... entao ja cheio de segundas e terceiras intencoes propus que eu a levaria para casa, esperaria no carro ela tomar seu banho sem pressa e entao iriamos. Ela topou e fomos, chegando la ela pediu que eu guardasse o carro na garagem e descesse, pois assim ela ficaria mais tranquila do que me deixar no carro. Eu fiz um charminho e disse q nao se preocupasse que ficaria ali mesmo e que ela poderia ficar a vontade. Ela entrou e disse q deixaria a porta da sala somente encostada e que se eu resolvesse podia entrar e me acomodar na sala. Passados uns 20 minutos resolvi entrar e beber uma agua e quem sabe ve-la so de toalha... rsrsr... entao entrei em silencio e vi que ela estava com o secador ligado. O banheiro ficava no caminho entre a sala e a cozinha e resolvi ir ate a cozinha beber uma agua... quando estou passando pelo banheiro vi que ela estava com a porta aberta e quando olhei ela estava somente de calcinha (bem pequenina e preta) secando o cabelo com aqueles seios deliciosos de fora. Ela me viu e se assustou e se cobriu rapidamente. Eu pedi desculpas e expliquei q tinha ficado com sede por isso entrei. Ela ainda meio vermelinha de vergonha falou q tudo bem, mas que agora eu estava devendo pra ela. Perguntei o que? Ela respondeu assim "ué vc me viu quase nua, agora vc me deve deixar eu ver algo do seu corpo pra gente ficar empatados e eu nao ficar com vergonha de vc ter me visto". perguntei entao o que ela queria ver e sem pestanejar ela disse que era meu bumbum. Fiquei com um pouco de vergonha de tirar a roupa assim e mostrar minha bunda e falei que tudo bem mas que ela teria que tirar as pecas que cobriam o que ela queria ver... e ja fui de encontro a ela que havia enrolado a toalha escondendo o corpo. Entao ela tirou minha camiseta desabotou minha calca e e foi se afastando, entao a puxei pelo braço e colei ela ao meu corpo e fui beijando aquela boquinha linda que ja estava pintada com um baton vermelho... e tirei a toalha sentindo seus seios grudados em mim e fomos nos beijando e ela ja puxou minha calca pra baixo e tirei os sapatos e a calca e fiquei somente de boxer e ela de calcinha nos beijando e acariciando um o corpo do outro. Entao a sentei na bancada da pia do banheiro desci bejando seu pescoco, orelhas... peito, seios, barriga, dei um beijinho na bucetinha por cima da calcinha e fui beijando e dando mordidinhas ate o pe e subi ate a bucetinha e afastei a calcinha e comecei a chupa-la gostoso. Ela puxava minha cabeca de encontro com a bucetinha e eu ja fui tirando a calcinha e chupei muito ela... entao falei que iria chupar ela ate que ela gozasse na minha boca e voltei a chupar, lamber, morder, sugar e usar meus desdos tambem. Ela se ajeito na pia e na posicao que ficou vi que estava oferecendo seu cuzinho para uma chupada tb.. e fiz o que ela queria.. mal encostei minha lingua no cuzinho com 2 dedos dentro da bucetinha e um no clitoris e ela teve espasmos e gozou se contorcendo. Subi e beijei sua boca para que ela sentisse o gosto de seu gozo ela pulou em meu colo entrelaçando as pernas em minha cintura e fui com ela assim ate seu quarto e caimos na cama ainda nos beijando e fiquei por cima dela e comecei a roçar meu pau em sua bucetinha e ela falou que nao era para eu meter ainda, pois ela queria retribuir o que eu tinha feito. e viramos na cama e ela me deitou e falou para eu somente curtir o momento. E comecou a chupar meu pau. Chupava com maestria... tive que me segurar para nao gozar logo no comeco... a pressao com que ela chupava e sugava e engolia praticamente meu pau todo enfiando ate a garganta eram de matar. Ela foi chupando e em alguns minutos percebi que gozaria mas nao quis nem avisa-la e comecei de surpresa a soltar jatos de porra em sua boca que mesmo assim nao parava de me chupar. Ela ia chupando e falava que queria meu pau, que ia me deixar pronto pra fuder a xotinha dela, que a xotinha dela precisava devorar meu pau e nao deu tempo nem de amolecer meu pau e ja parti pra cima dela em um papai e mamae a principio e fui metendo meu pau todo dentro dela e a beijando e acariciando seus seios fortemente... ela gemia e eu fui socando meu pau, entao mudei para um frango assando para poder ver meu pau deslizar para dentro e para fora e poder ver seu corpo todinho... de vez enquanto eu tirava o pau pincelava na entradinha de seu cuzinho e voltava a meter na bucetinha. Ela gemia muito gostoso quando eu fazia isso. Mandei que ela ficasse de 4 entao... e antes de ficar ela me sugou o pau deliciosamente mas por pouco tempo e se posicionou para continuar levando rola... Segurando sua cintura com as duas mao soltando somente para dar uns tapas em sua bunda, a puxava forte pra tras e para encontrar com meu pau q eu empurrava forte tb para meter com bastante forca e fundo. Ela comecou a gozar e gritar eu continuei bombando e ela gritando de tesao em seu gozo ate que ela gritou: "FODE MEU CU, COME MEU RABO, ME ARREBENTA COM SEU PAUZAO SEM DO!" Fui a loucura e tirei meu pau da bucetinha e ela comecou a se masturbar... coloquei na porta do cuzinho e ia comecar a meter devagar quanto ela jogou o corpo pra tras e mandou eu socar com gosto pq ela queria ser fudida no cuzinho com forca. Entao soquei tudo ate o fim e ela fazia um misto de gemido, choro e grito e mandava nao parar... em pouco tempo anunciei meu gozo e inundei aquele cuzinho e caimos cada um pra um lado da cama. Fui ao banheiro e a chamei para tomarmos um banho juntos mas ela se recusou falando que queria ficar com meu gozo em seu corpo. Entao tomei uma ducha rapida e voltei para o quarto e ela me agarrou me chupou novamente, e comecamos em um 69. Entao ela sentou em meu pau e fez uma cavalgada fantastica e pediu q eu gozasse em sua bucetinha tb... e logo eu gozei. ela se levantou com a bucetinha e o cuzinho pingando porra caiu de boca no meu pau me deixou limpo. Entao como ja era tarde fui embora, mas voltamos a nos reencontrar algumas vezes, inclusive dentro da agencia bancaria fora do horario, mas depois eu conto essa.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS