Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENTEADA INOCENTE1

Eu tenho um enteada que hoje tem 19 anos, mas a minha historia com ela começou bem antes... ela nem tinha entrado na puberdade ainda.

Um dia eu fiquei em casa porque me deram folga no trabalho e ai a Ana chegou mais cedo da escola.

Eu estava no banheiro sem cueca fazendo a barba, ela entrou sem avisar e ficou parada com os olhos no meu pau...

Fiquei duro na hora, pois aquela carinha inocente me excitava muito...

Eu continuei fazndo a barba decidi q dpois ia conversar com ela e ela foi diretamente pro quarto.

Quando terminei fui ve la no quarto e para minha surpresa ela estava sentada na cama com a blusinha da escola e sá de calcinha... com as pernas abertas e passando a mao na bucetinha como que por instinto, nao sei se ela sempre fazia isso, mas parecia que era a pouco tempo eu fiquei olhando cheio de desejo por aquela menininha safada... ela passava a mao na calcinha e se retorcia toda...

Quando ela me viu na porta parou na hora... assustada...

Eu fui chegando bem devagar perto dela e ela la parada na cama de perna aberta... o meu cacete estava muito duro, latejando.

Peguei sua mao e coloquei sobre meu shorts ela nem sabia o que fazer com ele mas o seu toque inocente foi deixando ele cada vez mais duro.

Fui conduzindo sua mae ensinando pra ela como bater uma punheta gostosa, e ela fazia diretinho com a maozinha no meu pau.

Depois sentei na cama e perguntei se ela qria vir no meu colo e ela prontamente subiu no meu colo com a bundinha virada para mim e a calcinha eu pude sentir q estava começando a ficar molhada, tirei meu shorts e fiquei com meu pau roçando na calcinha dela apertando sua bucetinha, segurei suas nadegas e deslizava num vai vem gostoso em cima do meu pau...nossa foi me dando um desejo tao grande que eu pressionava sua bunda e sua bucetinha no meu pau... ele estava tao duro que doia de tesao e ela começou a gemer bem baixinho com essa loucura seus peitinhos q eram tao pequninos se arrepiaram e eu pude sentir com minhas maos seus biquinhos enrrijecerem ai ela disse>

- Nossa tio o que é isso duro na minha bucetinha, pq ta tao duro, ta tao gostoso ele aqui em baixo.

- E eu disse é pq vc me tira do sério vc é uma menininha muito esperta.

E nisso ela gemendo tao gostoso q eu nao conseguia parar....

Virei ela de frente e comecei a chupar seus peitinhos e a tirar sua calcinha, quando encostei minha boca no seu biquinho ela se assustou com o prazer e recuou mas eu seguerei firme seus ombros e trouxe seu biquinho pra mim, comecei a chupar lentamente e ela se contorcia feito uma cadelinha, se contorcia toda e nisso ela ja sem calcinha eu senti sua bucetinha encostando no meu pau e trouxe ela mais perto de modo que a cabeça ficava bem no meio de sua rachinha ainda tao apertadinha e quase infantil. Comecei a mexer seu quadril bem gostoso roçando meu pau na sua bucetinha e ela foi gemendo bem gostoso, dizendo.

- Titio eu nunca brinquei assim, ta ardendo minha bucetinha.. aiii aii hmm...

- O tio ta te ensinando meu amor, vai fazer tudo o que o tio mandar vai?

Ela assentiu ela tava ficando fraca pra falar eu ja estava com meu pau bem na portinha da sua buceta, segurando suas nadegas e pressionando meu pau bem grosso nela e as pernas magras dela estavam abertas sobre o meu colo.... eu perdi a razão.

Quando ela deu um gemido mais alto eu comecei a forçar mais e a cabeça do meu pau nao entrava de jeito nenhum tava muito pequena sua bucetinha e eu forçando e ela começou a gemer de dor e tesao ao mesmo tempo...

Eu comecei a pressionar mais e nada... ai comecei a chupar seu peitinho de novo e ela abriu mais as pernas e o meu pau nao entrava, ate que nao aguentei mais segurei sua bunda e empurrei com força sem dá, fui empurrando e ela gritando, e eu empurrando ate que senti que entrou bem poquinho.... fiquei com meu pau parado para a bucetinha se acostumar e deitei ela na cama bem devagarinho fui enfiando mais um pouco nossa tava muito apertado o meu pau estava estrangulado de tesao latejando... e eu fui enfiando bem devagar empurrando mais ate que o himem se rompeu e ela gritou ai nao tive dá... enfiei tudo de uma vez... e meu pau foi entrando rasgando sua bucetinha e queimando suas carnes, comecei a enfiar e a tirar com força e ela começou a gemer bem alto agora de desejo.

Ela começou a se contorcer toda de desejo e eu enfiando meu pau grosso na sua bucetinha bem apertadinha.

O meu pau começou a ficar tao duro q eu metia igual em gente grande tirando e saindo com tanta força que meu pau parecia que tava cada vez maior dentro dela.

- Nossa tio ta quente ta apertado ta gostoso.

Eu ouvindo isso enfiei tao fundo e tao rapido que ela dizia...

- Ai tio mais rapido nossa ta quente ta duro .... aahhhhhhh

Ela se estremeceu toda de tanto gozar eu senti aquela bucetinha apertando meu pau nao resisti meti tao rapido, tao rapido que tive um espasmo e gozei dentro dela toda a minha porra dentro do seu utero... ela ficou bem molinha....

Naquele dia nao falamos mais nisso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

Sites Adultos

SELEÇÃO DE CONTOS